Gulfstream para Missões especiais

Programas recentes

C-37B Pessoal de transporte prioritário

  • Missão: Pessoal de transporte prioritário
  • Operadores: USAF, Exército dos EUA, Marinha dos EUA, órgãos federais
  • Principais modificações: Conjunto avançado de comunicações
  • Altitude máxima: 51.000 pés
  • Alcance: 6.100 mn, com 14 passageiros, 5 tripulantes, 5 áreas de console ou trabalho, estação de comunicação e console
  • Entrega inicial ao cliente: Fevereiro de 2004
  • Última entrega: Março de 2008

O C-37B é o Gulfstream mais recente a ser adotado para o serviço do Governo dos EUA e seus serviços militares. Assim como os Gulfstreams anteriores, o C-37B baseado no G550 é utilizado com mais frequência pelo governo para transportar a administração, parlamentares e seniores de alta prioridade do Departamento de Defesa e funcionários militares. O C-37B é equipado com uma suíte de comunicações avançadas que permite conectividade confiável, mundial e segura de dados e voz para funcionários do governo dos EUA.

O C-37B segue os mesmos passos de modelos Gulfstream de transporte anteriores (designados como diversos modelos do C-20) que começaram a operar com o governo e as Forças Armadas dos Estados Unidos em 1983. Os modelos C-20 e C-37 da Gulfstream atendem a todos os departamentos das Forças Armadas dos EUA e inúmeras agências federais, incluindo a NASA, a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera, a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências e outras. Na verdade, as aeronaves Gulfstream são os únicos modelos de asa fixa que atendem a todas as unidades das forças armadas americanas.

Patrulha de Mar Aberto da Guarda Costeira do Japão

  • Missão: Patrulha de longo alcance/em mar aberto/Busca e salvamento
  • Operador: Guarda Costeira do Japão
  • Principais modificações: Radar de vigilância oceânica, sistema de simulação infravermelho, interior preparado para missões, incluindo assentos de alta densidade, capacidade de evacuação médica, capacidade de lançamento a partir de aviões, conjunto de comunicação e console, console de missão
  • Altitude máxima: 51.000 pés
  • Alcance: 6.100 mn com 14 passageiros, 5 tripulantes, 5 áreas de console ou trabalho, estação de comunicação e console
  • O primeiro a ser lançado comercialmente: 2005

Dois Gulfstreams JCG atendem ao requisito da Guarda Costeira Japonesa de busca em suas áreas de patrulha extensivas no oceano. A aeronave tem um interior de alta densidade para 19 passageiros, uma cúpula de radar na parte inferior que abriga um radar de vigilância e um sistema de simulação infravermelho (FLIR). O radar e o FLIR são integrados por um software que permite que o radar localize um alvo e informe a localização ao FLIR para que este visualize e identifique o alvo. Os conjuntos de radar, FLIR e comunicação são operados por especialistas em missões a bordo.

O longo alcance, a resistência excepcional, a alta velocidade e a flexibilidade operacional da aeronave JCG baseada no GV permite ao JCG realizar longas buscas e patrulhas oceânicas em áreas amplas. Além disso, a aeronave também é uma excelente plataforma de busca e salvamento de longo alcance. Ela é capaz de realizar vigilância oceânica a qualquer altitude, de próxima do nível do mar até 51.000 pés ou mais, estando equipada para lançar uma grande variedade de equipamentos de busca e salvamento, como bombas de enchimento, balsas, comunicadores, assim como alimentos e água para indivíduos em perigo no mar.

HiaperPesquisa Atmosférica em Grandes Altitudes com a Aeronave

  • Missão: Pesquisa Atmosférica em Grandes Altitudes
  • Operadores: EUA / Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica
  • Principais modificações: Janelas ópticas, suportes nas asas, amostragem atmosférica aerotransportada, interior preparado para missões
  • Altitude máxima: 51.000 pés
  • Em contrato: Dezembro de 2001
  • Entrega inicial ao cliente: Março de 2005
  • Operacional: Novembro de 2005

A Plataforma Aerotransportada Equipada com Instrumentos de Alto Desempenho para Pesquisa Ambiental é uma das principais aeronaves de pesquisa atmosférica em grandes altitudes dos Estados Unidos. Possui recursos de pesquisa científica com tecnologia de ponta e é de propriedade do laboratório da Fundação Nacional de Serviço no Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica para apoiar projetos científicos da NSF. O laboratório da Fundação Nacional de Serviço no Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica é administrado pela Corporação Universitária de Pesquisa Atmosférica e patrocinado pela Fundação Nacional de Ciência.

A aeronave HIAPER é altamente modificada. É equipada com diversas aberturas, montagens de fuselagem, amortecedores de fuselagem, portas de visualização óptica, pontos difíceis para a asa (torres de transmissão e suspensores aerodinâmicos) e suportes de instrumentos padronizados para oferecer suporte a uma grande variedade de experiências científicas atmosféricas e relacionadas. A HIAPER está em operação atualmente e é amplamente considerada como um dos instrumentos mais eficazes disponíveis para a pesquisa atmosférica moderna.

Aeronave para Missões Eletrônicas Especiais (SEMA)Inteligência, Vigilância e Reconhecimento

  • Missão: Inteligência, vigilância e reconhecimento
  • Operador: Força Aérea Israelense
  • Principais modificações: Sistemas avançados de vigilância eletrônica, canais de dados avançados, sistema de resfriamento do ciclo de ar, interior preparado para missões, consoles operacionais, modificações da linha da moldura externa: gôndola dianteira, amplo depósito de antenas, carenagens CDL
  • Características: Israel Aircraft Industries: Sistema Aerotransportado Integrado SIGINT
  • Em contrato: Novembro de 2001
  • Entrega inicial ao cliente: Junho de 2005

As três aeronaves para Missões Eletrônicas Especiais em operação na Força Aérea Israelense estão entre as aeronaves mais tecnicamente avançadas de inteligência moderna, vigilância e reconhecimento em atividade hoje em qualquer lugar do mundo. Em operação desde 2005 e aprovada para combates em 2006, a aeronave da empresa israelense SEMA é uma camada importante da rede defensiva protetora do país.

Com horas de resistência disponível na estação e com operadores a bordo, bem como canais de dados fora da plataforma, a SEMA oferece uma plataforma de vigilância eletrônica inigualável. Tendo atuado com a Força Aérea Israelense durante a Guerra do Líbano de 2006, a primeira aeronave SEMA fornecida entrou em ação em pouco tempo após atingir sua capacidade operacional inicial.

Alerta Aéreo Antecipado Conformal (CAEW – IAF)Alerta Aéreo Antecipado

  • Missão: Alerta Antecipado Aerotransportado
  • Operador: Força Aérea Israelense
  • Modificações principais: atualização do radar de alerta aéreo antecipado da AESA de bandas L e S, interior preparado para missões, consoles do operador, equipamento de AES, atualização de canais de dados, sistema de resfriamento do ciclo de vapor, modificações da linha da moldura externa
  • Características: Capacidade de vigilância aérea a 360°, aumento máximo de peso com zero combustível, energia elétrica adicional, ejetores de combustível no meio da asa, oficinas de asas
  • Em contrato: Agosto de 2003
  • Entrega inicial ao cliente: Setembro de 2007

Duas aeronaves CAEW com muitas modificações foram fornecidas à Elta Systems Ltd., uma subsidiária da Israel Aircraft Industries, em 2006, para instalação do sistema de radar do alerta aéreo antecipado conformal da Elta. O CAEW apresenta melhor desempenho em comparação com sistemas anteriores graças às suas maiores altitudes operacionais, maior alcance e maior tempo de missão na estação. Outras vantagens de desempenho resultam de sua capacidade de direcionar rapidamente os raios do radar em qualquer direção a qualquer momento. O sistema da Elta tem seis estações multiuso do operador equipadas com monitores coloridos.

O sistema proporciona aquisição rápida de alvos e informações com cobertura total de 360 graus. O sistema multifuncional EL/W-2085 AEW da Elta inclui um radar de alerta aéreo antecipado de matriz faseada, um sistema de identificação de amigos ou inimigos e sistemas de medidas de suporte eletrônico (ESM), inteligência eletrônica (ELINT) e comunicações (COMINT). Seus muitos modos de operação incluem início de pista, um modo ampliado de alcance de detecção com longos tempos de permanência e verificação de alvos.

Alerta Aéreo Antecipado Conformal (CAEW – Cingapura) Alerta Aéreo Antecipado

  • Missão: Alerta Antecipado Aerotransportado
  • Operador: Força Aérea de Cingapura

O governo de Cingapura colocou em operação quatro aeronaves de alerta antecipado CAEW baseadas na Gulfstream.

DLR – HALOPesquisa Atmosférica em Grandes Altitudes

  • Missão: Pesquisa Atmosférica em Grandes Altitudes
  • Operador: DLR, Alemanha
  • Principais modificações: Janelas ópticas, suportes nas asas, amostragem atmosférica aerotransportada, aberturas para entrada de ar, interior/suportes preparados para missões, sensores remotos
  • Altitude máxima: 51.000 pés
  • Em contrato: Fevereiro de 2005
  • Entrega inicial ao cliente: Janeiro de 2009

A aeronave de pesquisa em grandes altitudes e longo alcance, como sua antecessora americana, a HIAPER, é uma aeronave de pesquisa atmosférica em grandes altitudes para o Deutsches Zentrum für Luft und Raumfahrt (DLR), Alemanha, com objetivos de missão e recursos semelhantes aos da HIAPER. A HALO recebe o apoio da Fundação Alemã de Pesquisa, da Max Planck Society, de membros da Associação Helmholtz dos Centros de Pesquisa Alemães (Helmholtz-Gemeinschaft Deutscher Forschungszentren) e de diversos outros institutos científicos da área de pesquisa atmosférica. Aproximadamente 30 institutos de pesquisa participam do projeto.

Os excepcionais recursos de máxima altitude, alcance e carga útil da HALO representam um aprimoramento significativo em comparação com aeronaves de pesquisa semelhantes em operação anteriormente. A HALO foi projetada para maximizar a flexibilidade de carga útil, mas normalmente ela é equipada com 15 suportes de equipamentos para instrumentação científica (mais do que o dobro da aeronave do DLR anterior). Antes mesmo da entrega do HALO, mais de 100 propostas de instrumento foram apresentadas ao DLR pela comunidade científica atmosférica, incluindo uma análise de gases e partículas residuais, espectrômetros de detecção e localização por luzes de sensoriamento remoto e infravermelho, assim como instrumentos de investigação de parâmetros geofísicos.

Missões especiais e tecnologia

Plataformas de Missões Especiais

Plataformas

As aeronaves Gulfstream são altamente adaptáveis a uma série de usos, seja para treinar pilotos da NASA ou ajudar caçadores de furacões a rastrear tempestades.

Sistemas avançados de visão

Sistemas de visão

A Gulfstream foi a primeira fabricante de aeronaves executivas a desenvolver e certificar com sucesso o sistema de visão aprimorada (EVS) infravermelho instalado no nariz da aeronave, melhorando a segurança de voo e a consciência situacional dos pilotos.

Missões especiais

Tipos de missão

As aeronaves Gulfstream mantêm uma classificação de prontidão de expedição superior a 99% em oferecer suporte a todos os departamentos das Forças Armadas dos EUA.

Monitoramento de tendências e integridade

Monitoramento de tendências e integridade

O Gulfstream G650 e o G650ER se diferenciam por outra inovação: o PlaneConnect Health and Trend Monitoring™ (HTM). Pela primeira vez em um jato executivo, dados paramétricos em tempo real são coletados durante o voo e transmitidos diretamente a avaliadores pré-selecionados, incluindo técnicos e operadores da Gulfstream.